Parceiros



Nenhum museu de Juiz de Fora tem Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros

Autoria: Redação  |  Fotos: TV Integração



Nenhum dos 16 museus de Juiz de Fora tem Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), segundo a própria corporação. O documento é emitido pelos militares e aprova o funcionamento dos locais com segurança. Entre os mais importantes estão o Museu Mariano Procópio, o Museu do Crédito Real e o Museu de Arte Murilo Mendes (Mamm).

A Fundação Museu Mariano Procópio informou que desenvolve um projeto de segurança e que a aquisição do documento é parte final do trabalho. Os bombeiros disseram que o responsável técnico do Museu do Crédito Real retirou o projeto para correção e que precisa chamar os militares para fiscalizar as mudanças. Já a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), responsável pelo Mamm, tem um pedido de AVCB em andamento para todo o campus.

O tenente do Corpo de Bombeiros, Rogério Pereira, explicou que o AVCB representa uma preocupação com a prevenção de acidentes. “É o documento em que os bombeiros estão aprovando a edificação para poder usar com segurança. (O responsável) faz um projeto da edificação, que é analisado, e depois adequa os equipamentos de combate a incêndio e pânico”, contou.

O militar disse que mesmo locais que não possuem o AVCB podem funcionar, mas devem se adequar às normas.

“Quando a gente faz uma fiscalização, a gente notifica, dá um prazo de 60 dias e a gente já olha se tem algum equipamento de combate a incêndio e pânico instalados”, disse.

“O Corpo de Bombeiros só faz a interdição em caso de risco iminente e devidamente comprovado. Só assim que a gente interdita a edificação”, concluiu Pereira.

 
Outros museus
Os bombeiros disseram que o Museu do Granbery também enviou o projeto de AVCB para análise e que falta aprovação pelos militares. Já o Museu Ferroviário teve o projeto aprovado, com adequações sugeridas, que ainda precisam ser fiscalizadas.

A assessoria do museu do Colégio Granbery informou que na casa onde fica o museu há extintores, que são trocados periodicamente, mas que não existem hidrantes e outros equipamentos.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo