Parceiros



MPRJ fiscaliza escolas em Itaperuna e constata falta de merenda

Autoria: Redação  |  Fotos: MPRJ

 


O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) fiscalizou nesta quarta-feira (22) a alimentação que vem sendo fornecida aos alunos da rede municipal de ensino de Itaperuna e constatou falta de merenda.

A ação foi motivada por denúncias de falta e racionamento da merenda escolar, especialmente nos meses de maio a agosto, período em que o serviço deveria ser prestado pela empresa terceirizada contratada emergencialmente pelo município.

De acordo com o MPRJ, além da falta de merenda, foram identificadas as ausências de notas fiscais de alimentos recebidos e armazenados nas escolas e de indicação de procedência de carne processada, entre outras irregularidades.

O MPRJ informou que, na Escola Municipal Francisco de Mattos Ligiero, por exemplo, o almoço das crianças foi arroz, feijão, inhame e pimentão. Já na Escola Municipal Nossa Senhora das Graças, a refeição teve arroz com frango desfiado, cenoura e feijão. No Ciep Henriette Morineau, foi servido sopa de legumes e feijão.

A diligência será juntada aos autos de um inquérito civil que apura a regularidade na contratação direta da empresa que presta o serviço.

Em nota, a Prefeitura de Itaperuna informou que o contrato da empresa que fornecia merenda para as escolas terminou na quarta e a Secretaria de Educação está tomando todas as medidas para normalizar o abastecimento, que agora está sob sua responsabilidade.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo